Descrição: Blog criado para o planejamento da minha viagem para à França. Ele será dividido em quatro partes:

1) PESQUISAS: pesquisas sobre as cidades a serem visitadas - cultura, atrações turísticas, gastronomia, hospedagem...;

2) ROTEIRO FINAL: Roteiro detalhado dia-a-dia, com hospedagem, alimentação, atrações, previsão de gastos, ...;

3) PREPARATIVOS para a viagem;

4) RELATO DA VIAGEM: Relato dia-a-dia de todos os acontecimentos durante a viagem, dicas, informações, etc.

FASE ATUAL DO BLOG: 3) PREPARATIVOS.

quinta-feira, 24 de novembro de 2011

A Torre Eiffel

Boa tarde, meus amigos...

Como prometi para algumas pessoas, um dos primeiros posts deste blog seria sobre o grande ícone francês: a Torre Eiffel... E como promessa é dívida, aqui está...

E quem vem para nos ajudar? Sim, ela mesma... a nossa amiga Wiki (se você não conhece a Wiki, nossa velha amiga do blog TÔ INDO PARA A ITÁLIA, é a Wikipédia...)

Vamos lá amiga Wiki, nos conte sobre a Torre...

A Torre Eiffel (em francês: Tour Eiffel) é uma torre treliça de ferro do século XIX localizada no Champ de Mars, em Paris, que se tornou um ícone mundial da França e uma das estruturas mais reconhecidas no mundo. A Torre Eiffel, que é o edifício mais alto de Paris é o monumento pago mais visitado do mundo. Milhões de pessoas sobem à torre cada ano. Nomeada após o seu projetista, o engenheiro Gustave Eiffel, a torre foi construída como o arco de entrada da Exposição Universal de 1889.

A torre possui 324 metros de altura. Foi a estrutura mais alta do mundo desde a sua conclusão até 1930, quando perdeu o posto para o Chrysler Building, em Nova York, Estados Unidos. Não incluindo as antenas de transmissão, a Torre é a segunda estrutura mais alta da França, atrás apenas do Viaduto de Millau, concluído em 2004. A torre tem três níveis para os visitantes. Os ingressos podem ser adquiridos nas escadas ou elevadores do primeiro e do segundo nível. A caminhada para o primeiro nível é superior a 300 degraus. O terceiro e mais alto nível só é acessível por elevador. Do primeiro andar vê-se a cidade inteira, tem sanitários e várias lojas e o segundo nível tem um restaurante. Apesar de ter três níveis só se pode ir até ao segundo nível.

A torre tornou-se o símbolo mais proeminente de Paris e da França. É uma parte do cenário caracterizado em dezenas de filmes que se passam em Paris. Seu estatuto de ícone é tão determinado que ainda serve como um símbolo para toda o país, como quando ela foi usada como o logotipo da candidatura francesa para sediar os Jogos Olímpicos de Verão de 1992.

Inaugurada em 31 de Março de 1889, a Torre Eiffel (pronuncia-se com a sílaba tônica no último "e", [eifél] e não [êifel]) foi construída para honrar o centenário da Revolução Francesa. Era para ser uma estrutura temporária, mas tomou-se a decisão de não desmontá-la. O Governo da França planejou uma Exposição mundial e anunciou uma competição de design arquitetônico para um monumento que seria construído no Campo de Marte, no centro de Paris.

Mais de cem designs foram submetidos ao concurso. O comitê do Centenário escolheu o projeto do engenheiro Gustave Eiffel (1832-1923), de quem herdaria o nome, da torre com uma estrutura metálica que se tornaria, então, a estrutura mais alta do mundo construída pelo homem. Com seus 324 metros de altura, possuía 7 300 toneladas quando foi construída.

Eiffel, um notável construtor de pontes, era mestre nas construções metálicas e havia desenhado a armação da Estátua da Liberdade, erguida pouco antes no porto de Nova Iorque. Quando o contrato de vinte anos do terreno da Exposição mundial (de 1889) expirou, em 1909, a Torre Eiffel quase foi demolida, mas o seu valor como uma antena de transmissão de rádio a salvou. Os últimos vinte metros da torre correspondem à antena de rádio que foi adicionada posteriormente.

Os nomes de setenta e dois cientistas, engenheiros e outros franceses notáveis estão gravados em reconhecimento a suas contribuições por Gustave Eiffel. Estas gravações foram cobertas de tinta no começo do século XX, e restauradas em 1986-1987 pela Société Nouvelle d'exploitation de la Tour Eiffel, uma companhia contratada para negócios relacionados à Torre.

A "Dama de Ferro", como a chamam os parisienses, recebe anualmente a visita de mais de seis milhões de turistas, que fazem longas filas durante todo o ano para subir aos seus três pisos, que abrigam o elegante restaurante Jules Verne, um cinema que relata a história de sua construção e um pequeno museu de cera.
Vista aérea da Exposição Universal de Paris de 1889, 
quando a Torre Eiffel foi construída. Fonte: Wiki Francesa

Duas curiosidades:

Primeira: No dia 24 de março de 1900, Henry Deutsch de La Meurthe, milionário do nascente ramo do petróleo, lançou um desafio. Oferecia 50 mil francos a quem realizasse a proeza de partir do campo de Saint Cloud num balão, contornar a Torre Eiffel e voltar em 30 minutos. O trajeto correspondia a 30 quilômetros e seria acompanhado pelo Aeroclube.Santos Dumont tentou duas vezes com o nº 5, sem sucesso. Às 14h42 de 19 de outubro de 1901, partiu a bordo do nº 6 para a glória, que os jornais imortalizaram na fotografia do bojo com 33 metros de comprimento e 622 cúbicos de gás contornando a Torre Eiffel. Quando o cronômetro registrou 29 minutos e 30 segundos, estava de volta para receber os 50 mil francos do Prêmio Deutsch, divididos ao meio com operários desempregados. (trecho extraído do site: http://www2.uol.com.br/debate/1074/cadd/cadernod02.htm)


Segunda: Conhecido como "o alfaiate voador", Franz Reichelt criou um traje para voar ou flutuar levemente até o solo, como o moderno pára-quedas. Para demonstrar sua invenção, ele pulou do primeiro pavimento da Torre Eiffel, na época a estrutura mais alta do mundo, de uma altura de 60 metros. A invenção falhou e Reichelt caiu para sua morte. Registrada pelas câmeras da imprensa reunida, a queda abriu um considerável buraco no solo, mas não foi a causa mortis do alfaite: a autópsia do corpo mostrou que ele sofreu um ataque cardíaco, morrendo antes mesmo de tocar no solo.A vida do alfaite voador foi contada num curta-metragem de Pablo Lopez Paredes, Le Tailleur Autrichien (O Alfaiate Austríaco), realizado em 1993. Trechos do filme com a morte de Franz Reichelt aparecem ainda no documentário Nós que aqui estamos por vós esperamos (1998), de Marcelo Masagão. (Wikipédia)


Foto: Wikipédia


A Torre Eiffel - em números

- Altura (com as antenas): 324 m
- Peso: 10 100 toneladas
- Iluminação: 336 projectores para a iluminação dourada. 20 000 lâmpadas para o intermitente (5 minutos no início de cada hora desde o anoitecer à 1 hora da manhã ou 2 horas no Verão)
- Pintura: 60 toneladas para cada pintura, de 7 em 7 anos
- Número de degraus até ao 2º andar: 704

Dimensões - Fonte: Wikipédia Francesa

Primeiro nível: com 57m de algura, pode ser alcançado com o elevador ou subindo 360 degraus. 
Segundo nível: a 115m do primeiro, pode ser alcançado com o elevador ou subindo 376 degraus.
Terceiro nível: fica a 276m acima do solo. Somente de elevador. 

Localização

Site oficial: http://www.tour-eiffel.fr/

Informações, Horário, Preço dos Bilhetes e Mapa de Acesso: http://www.eiffel-tower.com/pt

Foto: Wikipédia

O PULO DO (GATO) TURISTA: Dica de uma amiga: compre o ingresso pela internet no site oficial - acima - e leve o comprovante. Assim, você evita de pegar a grande fila da bilheteria. 

O PULO DA LILIAN: Márcio, Na realidade são várias filas: a para comprar o bilhete de entrada, a para pegar o elevador para o primeiro andar e depois para cada um dos andares que decidir subir, com o ingresso pela Internet você poupa pelo menos uma! Já fomos em março e abril e lá em cima venta muito, ás vezes você sente até a torre dar uma balançadinha. A torre fica numa localização incrível, de onde você pode iniciar o seu dia de passeio. Como ela fica nas margens do Sena, o Batobus, uma espécie de ônibus aquático inicia o seu roteiro lá e bem próximo tem o metro(Champ de Mars)Vá cedo e se prepare para pelo menos 3 horas entre chegada, subida e descida, se estiver muito frio vá em direção a Pont d"Iena e pare na barraquinha que fica na beira das escadas para o Sena, experimente o chocolate quente e o melhor croque monsieur que eu já comi na vida!
DICA: No último andar, na parte de cima das grandes janelas você vai ver as bandeirinhas de vários países, inclusive o Brasil, na direção em que eles ficam e com a distância entre eles e a torre. Você tá indo para a França e eu tô pro aqui! Rsrsrss, beijão! Lilian

O PULO DO FABRÍCIO: Fotos desde o inicio da construção da Torre Eiffel:  http://www.modazhora.com.br/2010/11/construcao-da-torre-effeil.html

19 comentários:

Lilian Carvalho disse...

Márcio,
Na realidade são várias filas: a para comprar o bilhete de entrada, a para pegar o elevador para o primeiro andar e depois para cada um dos andares que decidir subir, com o ingresso pela Internet você poupa pelo menos uma! Já fomos em março e abril e lá em cima venta muito, ás vezes você sente até a torre dar uma balançadinha.
A torre fica numa localização incrível, de onde você pode iniciar o seu dia de passeio. Como ela fica nas margens do Sena, o Batobus, uma espécie de ônibus aquático inicia o seu roteiro lá e bem próximo tem o metro(Champ de Mars)Vá cedo e se prepare para pelo menos 3 horas entre chegada, subida e descida, se estiver muito frio vá em direção a Pont d"Iena e pare na barraquinha que fica na beira das escadas para o Sena, experimente o chocolate quente e o melhor croque monsieur que eu já comi na vida!
DICA: No último andar, na parte de cima das grandes janelas você vai ver as bandeirinhas de vários países, inclusive o Brasil, na direção em que eles ficam e com a distância entre eles e a torre.
Você tá indo para a França e eu tô pro aqui! Rsrsrss, beijão!
Lilian

Nanci disse...

Se vc se arrepiou ao ver os monumentos na Italia. Ao se deparar com a Torre Eiffel vc vai paralisar-se, ficar sem fala, seu estomago vai doer de tanta emoção.E não vai cansar de dizer é linda, é linda, é linda, é linda...rs

Fabricio Zerves disse...

Fotos desde o inicio da construção da Torre Eiffel:

http://www.modazhora.com.br/2010/11/construcao-da-torre-effeil.html

Ana L. disse...

Acho que vale a pena subir perto do pôr-do-sol e esperar para ver Paris acender suas luzes aos poucos, assim como a Torre. Claro que vai ter que voltar depois para esperar ela acender estando ali do lado de fora no Champ de Mars fazendo piquenique ou então vê-la de cima do Arco do Triunfo.É inesquecível! ou é linda é linda é linda... rsrs

Márcio Jardim disse...

Olá Lilian, minha visitante de honra... Fico muito feliz com sua dica e já vai subir para o post... bjs

Márcio Jardim disse...

Oi Nanci...
Tenho certeza absoluta disto...
Deve ser uma emoção enorme...
bjs

Márcio Jardim disse...

Oi Fabricio...
Obrigado pela dica do site,
vou colocá-lo no post...
abs

Márcio Jardim disse...

Oi Ana...
Quero subir umas duas vezes: de dia e para esperar anoitecer... deve ser maravilhoso...
Obrigado pela dica e pela visita...

Elisa Bravo disse...

Marcio, no meu primeiro dia em Paris, conforme o roteiro do meu pai, peguei a linha 6 (Nation) do metro e SURPRESA....essa linha passa em frente a Torre Eiffel e eu nao sabia...eu chorei feito uma criancinha. A Torre, definitivamente, foi a minha paixao em Paris. Ela e' linda!!! Eu tenho umas 9.345.763 fotos da Torre. Rssss... Vc vai ama-la!!!Vc recebeu meu e-mail com as dicas? Bjao

Elisa Bravo disse...

Quem compra ingresso pela internet, tem uma fila especifica que nao e' dificil de encontrar. E' so chegar uns 15 minutos antes com o ticket impresso. Olha, nao pode entrar com nenhum objeto cortante (canivete, por exemplo). Vi gente tendo que se livrar na hora do seu "amado" canivetinho para entrar na Torre. Outra coisa: para entrar no elevador e' "meio tenso" porque todo mundo quer ficar na janela. Se for possivel, tente ficar na janela na parte da frente, mas nao no fundo do elevador. So que e' o seguinte: e' quase impossivel "pegar" lugar no elevador porque vc entra conforme o fluxo, entao, por isso eu disse tente. De qualquer forma, la em cima, da pra ver tudo perfeitamente. Fica a dica!

Nany.O.Novelli disse...

oi marcio, venho acompanhando seu blog to indo pra italia, moro na italia e outubro estive em paris,e o lugar que mais me emocionou foi na chegada a torre, pois no momento que avistei de longe,posso afirmar sem vergonha que a emoçao foi grande, pois era um velho sonho, paris é realmente um sonho, só achei alguns locais da cidade bem sujo, nao nos pontos turisticos, mais de resto tudo é belissimo bjss

Anônimo disse...

Oi Márcio, sugiro que você suba na primeira Dama depois de conhecer a maioria dos pontos turísticos térreos, a piração é maior quando você já "acha" que conhece a cidade, pois vc vê que não conhece nada e vai precisar voltar muitas outras vezes.
Abraços,
Andréa Gama.

Fabrício Zerves disse...

Amigo Márcio, não subi a noite na Eiffel, mas sim de dia.... fui duas vezes...rsrsrs...a primeira de escada, acredite, tinha essa vontade, e no decorrer da subida você vai encontrando obras de arte, imagens, fotos, etc... achei muito legal....porém cansa pra CARAMBA! A segunda, de elevador que tbm sou filho de Deus...rsrsrs. Só não gostei muito das filas quilométricas...mas fazer oque né. A noite o movimento é tão grande quanto durante o dia, acredite...a ainda aproveitei e tomei um champagne aos pés da torre (com milhares de turistas...rsrsrs). Sua iluminação noturna e os piscas 9de hora em hora) são uma atração á parte.

Cristiana disse...

Eu tomei o champagne lá em cima... Se vc for no verão, lembre-se que anoitece tarde pra caramba, então, se for comprar o ingresso antecipado, compre para um dos últimos horários. Eu fui em junho, comprei pras 9 da noite porque queria pegar o anoitecer, e ainda tava de dia...

Paula Valduga disse...

Oi, Márcio! Acompanho vc desde o blog da Itália. Não deixe de chegar na torre pela estação Trocadero do metrô. A sensação é indescritível, vc sai da estação, anda em frente de algumas construções, à esquerda, e de repente ela surge imponente, maravilhosa, inesquecível! Cheguei por ali no fim da tarde, esperei acender e depois brilhar. Foi o melhor entardecer da minha vida, um momento espetacular, no lugar mais romântico do mundo. Eu já tinha subido, no início da tarde, mas voltei no fim do dia de propósito para esse momento. Valeu muito. Um beijão e boa viagem!

Paula Valduga disse...

Oi, Márcio. Em uma das vezes que vc for à torre, chegue pela estação Trocadero do metrô. Eu cheguei primeiro pela estação Champ de Mars - Tour Eiffel (do RER), dá no pé da torre. Aí, subi (nem todos os quatro pés têm elevador, fique ligado!). Dali, fui passear no Sena. No fim da tarde, voltei pela estação Trocadero e a sensação é muito melhor. Vc sai da estação, dobra à esquerda e anda um pouco em frente a uns prédios. De repente, o prédio acaba e a torre surge, enorme, imponente, se exibindo pra você. A vista dali é sensacional, porque você a vê inteira, de uma distância perfeita. Fiquei por ali esperando ela acender e depois brilhar. Foi muito emocionante, o melhor entardecer da minha vida, bem acompanhada no lugar mais romântico do mundo. Todo mundo devia ser obrigado a assistir a esse espetáculo dela brilhando, é demais. Um beijão e boa viagem!

Márcio Jardim disse...

Agradeço a todos os comentários neste post com dicas e informações.

Obrigado a todos!

Vanessa V M disse...

Oi, Marcio...comprei meu ingresso pela internet e aconselho a todos fazer isso...fui em Fevereiro de 2012, inverno, logo, reservei um horario em que ainda estivesse claro mas pudesse vee o anoitecer, o que nao deu certo...rssss...peguei o doa claro apenas. Como ja disseram anteriormente, mesmo comprando o ingresso antecipado, vc mao se livra totalmente da fila, mas ne, se compara a interminavel fila da bilheteria (isso pq eu fii mo inverno, imagino como deve ser aquilo no verao). O risco foi que comprei ingresso para subir ate o topo mas naquele dia o ultimo andar estava em reforma, entao subi ate o penultimo - a devolucao do dinheiro requer q vc envie uma carta por correio (!!!!), logo, acabei desistindo por se tratar de EUR4,00... Paciencia eh a palavra chave: esperas imensas para entrar nos elevadores, lotados, mas a vista la de cima compensa tudo....preste atencao na Estatua da Liberdde, que da para ser vista da Torre, uma vez que nao eh um monumento que as pessoas costumam ver em Paris!

Márcio Jardim disse...

Olá Vanessa...
Muito obrigado pelas dicas e pelo pequeno relato.
Grande abs