Descrição: Blog criado para o planejamento da minha viagem para à França. Ele será dividido em quatro partes:

1) PESQUISAS: pesquisas sobre as cidades a serem visitadas - cultura, atrações turísticas, gastronomia, hospedagem...;

2) ROTEIRO FINAL: Roteiro detalhado dia-a-dia, com hospedagem, alimentação, atrações, previsão de gastos, ...;

3) PREPARATIVOS para a viagem;

4) RELATO DA VIAGEM: Relato dia-a-dia de todos os acontecimentos durante a viagem, dicas, informações, etc.

FASE ATUAL DO BLOG: 3) PREPARATIVOS.

quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

Île de la Cité - NOTRE DAME

Boa tarde meus amigos...

Vamos conhecer mais um dos ícones parisienses???

NOTRE DAME
Metro: Cité
Site: http://www.notredamedeparis.fr/
Horário: 8h às 18h45 - Torres: 10h30 às 17h30 no inverno; 10h às 18h30 no verão.
Preço: 8 euros - para as torres

A Catedral de Notre-Dame de Paris é uma das mais antigas catedrais francesas em estilo gótico. Iniciada sua construção no ano de 1163, é dedicada a Maria, Mãe de Jesus Cristo (daí o nome Notre-Dame – Nossa Senhora), situa-se na praça Parvis, na pequena ilha Île de la Cité em Paris, França, rodeada pelas águas do Rio Sena.

A catedral surge intimamente ligada à ideia de gótico no seu esplendor, ao efeito claro das necessidades e aspirações da alta sociedade, a uma nova abordagem da catedral como edifício de contacto e ascensão espiritual.

Foi, nos finais do século XVII, durante o reinado de Luís XIV, palco de alterações substanciais principalmente na zona este, em que túmulos e vitrais foram destruídos para substituir por elementos mais ao gosto do estilo artístico da época, o Barroco.

Em 1793, no decorrer da Revolução francesa e sob o culto da razão, mais elementos da catedral foram destruídos e muitos dos seus tesouros roubados, acabando o espaço em si por servir de armazém para alimentos.

Com o florescer da época romântica, outros olhares são lançados à catedral e a filosofia vira-se para o passado, enaltecendo e mistificando numa aura poética e etérea a história de outras épocas e a sua expressão artística. Sob esta nova luz do pensamento é iniciado um programa de restauro da catedral em 1844, liderado pelos arquitectos Eugene Viollet-le-Duc e Jean-Baptiste-Antoine Lassus, que se estendeu por vinte e três anos.

Em 1871, com a curta ascensão da Comuna de Paris , a catedral torna-se novamente pano de fundo a turbulências sociais, durante as quais se crê ter sido quase incendiada.

Em 1965, em consequência de escavações para a construção de um parque subterrâneo na praça da catedral, foram descobertas catacumbas que revelaram ruínas romanas, da catedral merovíngia do século VI e de habitações medievais.

Já mais próximo da actualidade, em 1991, foi iniciado outro projecto de restauro e manutenção da catedral que, embora previsto para durar dez anos, se prolonga além do prazo.

Momentos altos na catedral
- 1314 - Na praça Parvis, em frente à fachada ocidental da catedral, o último grão mestre templário, Jacques de Molay, após dez anos na prisão, juntamente com outros templários, foram executados queimados vivos na fogueira. Foram condenados pela igreja católica com ordem direta do Papa Clemente V, influenciado e pressionado pelo rei Filipe IV de França, que acusaram os templários de serem hereges, culpados de adoração ao demônio, homossexualidade, desrespeito à Santa Cruz, sodomia e outros comportamentos de blasfêmia.
- 1431 - Coroação de Henrique VI de Inglaterra durante a Guerra dos cem anos.
- 1804 - Coroação a 2 de Dezembro de Napoleão Bonaparte a imperador de França e sua mulher Josefina de Beauharnais a imperatriz, na presença do Papa Pio VII.
- 1909 - Beatificação de Joana d'Arc.

Para saber mais: http://pt.wikipedia.org/wiki/Catedral_de_Notre-Dame_de_Paris

Tour Virtual: http://www.fromparis.com/virtual-tour-notre-dame/

No entardecer...

Iluminada a noite...

Vista do rio Sena...

As famosas Gárgulas de Notre Dame

A Rosácea...

Coroação de Napoleão - 2/12/1804 - Pintura de Jacques-Louis David de 1807

Curiosidades:
- Na praça Parvis, em frente à fachada ocidental da catedral, encontra-se no pavimento uma placa de bronze que representa o marco zero a partir do qual todas as distâncias das estradas nacionais francesas são calculadas.


- Na catedral existem quase duzentos vitrais, alguns entre os maiores construídos na História.
-Perto da catedral, existe a Igreja de São Julião o Pobre, uma igreja greco-católica melquita.

Informações e fotos: Wikipédia.

4 comentários:

Ana L. disse...

Márcio, não deixe de subir nas torres! A Igreja é mesmo muito 'bonita, mas a vista lá de cima tem um "Q" a mais. É uma subida e tanto a pé, mas acho que faz parte da experiência. Vou colocar umas fotos lá no blog que dão uma ideia... Bem, para você ter uma noção do quanto ela chama atenção mesmo após seleção apurada me restaram 157 fotos da Notre Dame de todos os ângulos e detalhes.
Estou adorando o seu apanhado de pontos turísticos de Paris pq vou relembrando minha viagem a cada post.
Feliz Natal!

Márcio Jardim disse...

Olá Ana...
Obrigadíssimo pelas dicas... Com certeza irei subir. Para quem já aquentou o Duomo de Florença, tenho certeza que esse é fácil, fácil...rsrsrs Um bjão pra vc

Natalia disse...

Oi Márcio, dizem que é muito legal subir na catedral, mas quando eu fui em julho, tomei um banho de água fria, pois quando cheguei para enfrentar a fila, dei de cara com um segurança segurando o "rabo" dela, para ninguem mais entrar, pois faltavam 15 min. para as 17 horas, horário que a visitação acabava. Detalhe: este era o meu último dia em Paris... Então, fique atento aos horários de visitação, já que quase aconteceu o mesmo quando subi na Sacre Coeur.

Márcio Jardim disse...

Olá Natalia,
ótima dica e obrigado...
anotada!!! Preciso subir com certeza.
bjão e obrigado pela visita