Descrição: Blog criado para o planejamento da minha viagem para à França. Ele será dividido em quatro partes:

1) PESQUISAS: pesquisas sobre as cidades a serem visitadas - cultura, atrações turísticas, gastronomia, hospedagem...;

2) ROTEIRO FINAL: Roteiro detalhado dia-a-dia, com hospedagem, alimentação, atrações, previsão de gastos, ...;

3) PREPARATIVOS para a viagem;

4) RELATO DA VIAGEM: Relato dia-a-dia de todos os acontecimentos durante a viagem, dicas, informações, etc.

FASE ATUAL DO BLOG: 3) PREPARATIVOS.

segunda-feira, 30 de julho de 2012

O Arco do Triunfo

Bonjour, meus amigos...

Gosto de pesquisar todas as atrações turística da cidade que visitarei por regiões ou bairros para o deslocamento ser coeso. Mas existem alguns símbolos que devemos prestar mais atenção. No caso de Paris, a atenção é multiplicada por mil. Hoje vamos falar do Arco do Triunfo...

Amiga Wiki???

Oui? (Sim?)

Explique para nós sobre o Arco do Triunfo...

Ce sera un plaisir... (Será um prazer...)

O Arco do Triunfo (francês: Arc de Triomphe) é um monumento, localizado na cidade de Paris, construído em comemoração às vitórias militares de Napoleão Bonaparte, o qual ordenou a sua construção em 1806. Inaugurado em 1836, a monumental obra detém, gravados, os nomes de 128 batalhas e 558 generais. Em sua base, situa-se o Túmulo do soldado desconhecido (1920). O arco localiza-se na praça Charles de Gaulle, uma das duas extremidades da avenida Champs-Élysées.

Iniciado em 1806, após a vitória napoleônica em Austerlitz, o Arc de Triomphe representa, em verdade, o enaltecimento das glórias e conquistas do Primeiro Império Francês, sob a liderança de Napoleão Bonaparte – seja este oficial das forças armadas, esteja ele dotado da eminente insígnia imperial. A obra, no entanto, foi somente finalizada em 1836, dada a interrupção propiciada pela derrocada do império (1815).

Com 50 metros de altura, o monumental arco tornou-se, desde então, ponto de partida ou passagem das principais paradas militares, manifestações e, claro, visitas turísticas. Diversos elementos arquitetônicos são dignos de detida e fiel observação. Trinta medalhões, localizados sob a bela cornija, fazem, cada qual, referência a importantes batalhas travadas pelo exército francês, dentre as quais Aboukir, Ulm, Austerlitz, Jena, Friedland e Moscou. O friso, por sua vez, retrata a partida (fachada leste) e o retorno (fachada oeste) das tropas imperiais, visto que estas conflitaram em diversas regiões do continente europeu. Na fachada leste, os baixo-relevos aludem à batalha de Aboukir e à morte do general Marceau. À esquerda, situa-se o Triunfo de Napoleão. Este belo alto-relevo, de Cortot, representa a paz e a conquista napoleônica, alcançados pela celebração do Tratado de Viena (1810). Na alegoria, o imperador francês é coroado pela Vitória e reverenciado pela extinta Monarquia. À direita, situa-se a Partida dos Voluntários de 1792 (obra de François Rude), aptos a defender a recém-instaurada e revolucionária República. A liberdade, aqui, é representada pela guerreira e valente mulher, a comandar e a incitar o povo francês. Na fachada oeste, os alto-relevos impressionam pela intensa carga emotiva. Verifica-se a submissão do povo ao Estado e a crença, pelos populares, na vitória das forças armadas. No interior dos arcos menores, encimados por interessantes alegorias à marinha, à infantaria e a outras guarnições, constam gravados inúmeros nomes de importantes oficiais franceses, assim como diversas localidades nas quais se travaram decisivas batalhas no âmbito do expansionismo francês – Toulouse, Lille, Luxemburgo, Düsseldorf, Maastricht, Nápoles, Madrid, Porto, foz do rio Douro e Cairo, por exemplo.

No solo, situa-se o memorável Túmulo do soldado desconhecido ("Ici repose un soldat français mort pour la patrie"). As cinzas do incógnito combatente francês, morto durante os sangrentos conflitos da Primeira Guerra Mundial, ali repousam desde 1920. Projetado por Jean Chalgrin, o Arco do Triunfo é, ainda e desde sempre, símbolo do patriotismo e orgulho francês.

ARCO DO TRIUNFO
Site: http://www.arcdetriompheparis.com/
Metrô: Charles de Gaulle-Étoile
Horário: 10 às 23h
Preço: 9 euros




3 comentários:

ana lu curi disse...

Sobe! Sobe! Sobe! Tem que subir!
De preferencia no final da tarde, por-do-sol, para ver a Torre Eiffel acender e se acotovelar para tirar duas mil e duas fotos... Hehe. A impressao e que a Torre esta piscando so pra vc... :-)

Lilian Carvalho disse...

Márcio,
O Arco fica no meio da praça Charles de Gaulle, no centro da "rotunda", ou seja, bem na rotatória, 8 ruas vindas de diversos pontos da cidade se encontram nesta rotatória. Para alcança-lo é quase impossível fazê-lo pela rua, ande pela direita da Champs Èlysée em direção ao arco e desça uma escada no final desta rua, um túnel suberrâneo lhe deixará á salvo na entrada do arco. Lá você comprar ingresso para subir, de escada, até o topo! A vista é imperdível e sugiro que você faça isso no final da tarde. Vai ter a oportunidade de ver as luzes da cidade acendendo e apreciar os monumento do alto. Você consegue ver a Torre Eiffel, o Arco de La Defense, o Louvre, a Sacré Coeur, o Tour Montparnesse, enfim, para cada lado de uma das ruas que desemboca na rotatório uma surpresa! Não perca!!! Bjs

Unknown disse...

Márcio, se vc estiver visitando o Arco do Triunfo por volta das 17 hs, todos os dias é realizada uma cerimônia de homenagem aos combatentes da França. Participam regularmente veteranos, muito simpáticos e falantes. Eu e minha filha conhecemos 3 ex integrantes da Legião estrangeira, que convidaram ela e a amiga para participar da cerimônia. Elas ficaram encantadas, e depois saímos para acompanhá-los em um bom vinho perto dalí, programa costumeiro deles. Como todo italiano, não foi preciso convidar duas vezes. Eram um inglês, um francês e um italiano, e ouvimos histórias ótimas, além de dicas sobre a cidade. Mas voltando à cerimônia, vale a pena acertar o horário. Depois, aproveitar para ir caminhando atá e Eiffel e ver a cidade à noite lá de cima. Boa viagem, aproveite.